Rondônia, sábado, 21 de outubro de 2017 
Vacina contra o cigarro bloqueia a nicotina no cérebro de ratos
1/7/2012 - Saúde
Fumantes poderão um dia ser imunizados contra a nicotina para que deixem de sentir prazer com o hábito, segundo pesquisadores nos Estados Unidos.

Os especialistas do Weill Cornell Medical College, em Nova York, criaram uma vacina que leva o organismo do vacinado a produzir anticorpo que atacam a nicotina.

O estudo, feito com ratos de laboratório e publicado na revista científica Science Translational Medicine, mostrou que os índices da nicotina no cérebro dos animais foram reduzidos em 85% após a vacinação.

Serão necessários anos de pesquisa antes que a vacina possa ser testada em humanos. Entretanto, o coordenador do estudo, Ronald Crystal, está convencido de que haverá benefícios.

"Parece-nos que a melhor forma de tratar a dependência crônica por nicotina associada ao fumo é ter esses anticorpos fazendo patrulha, limpando o sangue antes que a nicotina possa ter qualquer efeito biológico", ele disse.

Nova abordagem

Outras "vacinas contra o fumo", que treinam o sistema imunológico para produzir anticorpos que se acoplam à nicotina, foram desenvolvidas no passado. Esse é o mesmo método usado em vacinações contra doenças.

O desafio até agora tem sido conseguir produzir anticorpos suficientes para impedir que a droga entre no cérebro e produza a sensação de prazer.

Os cientistas do Weill Cornell Medical College, no entanto, usaram um caminho completamente diferente: eles optaram por criar uma vacina baseada em terapia genética que, segundo eles, é mais promissora.

Um vírus geneticamente modificado contendo instruções para a fabricação de anticorpos de nicotina é usado para infectar o fígado do vacinado. Isso transforma o órgão em uma fábrica desses anticorpos.

Após receber injeções de nicotina, ratos que haviam sido imunizados apresentaram 85% menos nicotina em seus cérebros do que um outro grupo de ratos que não havia sido vacinado.

Não se sabe se isso pode ser repetido em humanos ou se esse índice de redução seria suficiente para ajudar fumantes a abandonar o hábito.

Crystal disse que se tal vacina puder ser criada, "as pessoas saberão que se começarem a fumar novamente, não vão sentir prazer devido à vacina contra a nicotina e isso pode ajudá-las a abandonar o hábito".

"Temos muita esperança de que esse tipo de estratégia (de desenvolvimento da) vacina possa finalmente ajudar milhões de fumantes que tentaram parar, tentaram todos os métodos existentes no mercado hoje, mas sentem que a dependência por nicotina é tão grande que acaba derrotando todas essas abordagens atuais."

´Impressionante´

Também há questões relacionadas à segurança de terapias genéticas em humanos que precisarão ser respondidas.

Darren Griffin, professor de genética da University of Kent, na Inglaterra, disse que os resultados do estudo são "impressionantes e intrigantes, com grande potencial", mas avisou que ainda há muitas questões que precisam ser resolvidas.

Para ele, a questão principal é saber "se os efeitos bioquímicos nos ratos de laboratório se traduziriam em uma dependência reduzida em humanos, uma vez que essas dependências podem ser tanto físicas como psicológicas".

Simon Waddington, do University College London, disse: "A tecnologia em que se baseia a terapia genética está melhorando o tempo todo e é animador ver esses resultados preliminares sugerindo que (a terapia genética) poderia ser usada para resolver o problema da dependência por nicotina".

Se tal vacina fosse criada, poderia haver também questões éticas. Por exemplo, em relação à vacinação de pessoas na infância, antes de que começassem a fumar.
Fonte : BBC News
Autor : BBC News


 
Nome :
E-mail :
Comentários :

 

 

Existem ( 0 ) Comentário(s)  


 
HILDON CHAVES Responde "QUESTIONAMENTOS" do Vereador JAIR MONTES
12/10/2017
Leia mais
PREFEITO RECEBE NOVO COMANDANTE DO 5º BEC
11/10/2017
Leia mais
ELETROBRAS RONDÔNIA E HOSPITAL DO CÂNCER DE BARRETOS FAZEM PARCERIA NESTE OUTUBRO ROSA
11/10/2017
Leia mais
TRANSPORTE ESCOLAR: ACORDO GARANTIRÁ MELHORIAS NO TRANSPORTE ESCOLAR EM PORTO VELHO
11/10/2017
Leia mais
NOVO REMÉDIO BIOLÓGICO PARA TRATAMENTO DE CÂNCERES É APROVADO PELA ANVISA
10/10/2017
Leia mais
GOVERNO LIBERA MAIS R$ 197,4 MILHÕES PARA SUBVENÇÃO DO SEGURO RURAL
10/10/2017
Leia mais
RONDÔNIA RECEBERÁ CINCO PROFISSIONAIS BRASILEIROS DO MAIS MÉDICOS
10/10/2017
Leia mais
GÁS DE COZINHA SOBE 12,9% A PARTIR DE QUARTA-FEIRA
10/10/2017
Leia mais
MÉDICOS RESIDENTES DO HOSPITAL DE BASE DE PORTO VELHO APRESENTAM PESQUISAS EM EVENTO INTERNACIONAL
10/10/2017
Leia mais
1º Leilão DIREITO de VIVER – CANDEIAS do JAMARI
04/10/2017
Leia mais
PRIMEIRA-DAMA CONVOCA LÍDERES PARA REFORÇAR CONVITE A COMUNIDADE
04/10/2017
Leia mais
PRODUÇÃO DE MILHO DA 2ª SAFRA EM RONDÔNIA É RECORDE COM 815,9 MIL TONELADAS EM 2017
04/10/2017
Leia mais
JOVENS PODERÃO ALISTAR-SE AO SERVIÇO MILITAR PELA INTERNET
04/10/2017
Leia mais
PROPOSTA PARA ATENDER PESSOAS PRIVADAS DE LIBERDADE É APRESENTADA PELA SESAU DURANTE SEMINÁRIO EM PORTO VELHO
03/10/2017
Leia mais
FESTA DA CIDADE LEVA CERCA DE 20 MIL PESSOAS A EFMM
03/10/2017
Leia mais